SÍMBOLO

O termo símbolo, com origem no grego σύμβολον (sýmbolon), designa um elemento representativo que está (realidade visível) em lugar de algo (realidade invisível) que tanto pode ser um objeto como um conceito ou idéia, determinada quantidade ou qualidade. O "símbolo" é um elemento essencial no processo de comunicação, encontrando-se difundido pelo quotidiano e pelas mais variadas vertentes do saber humano.

LOGOTIPO

Logotipo, ou logótipo, refere-se à forma particular como o nome da marca é representado graficamente, pela escolha ou desenho de uma tipografia específica. É um dos elementos gráficos de composição de uma marca, algumas vezes é o único, tornando-se a principal representação gráfica da mesma.
Logotipo é uma assinatura institucional, a representação gráfica da marca. Por isso ela deverá aparecer em todas as peças gráficas feitas para a empresa. Como toda assinatura, a logotipo precisa seguir um padrão visual que o torna reconhecido onde quer que ela seja estampada.
Usar corretamente o logotipo é uma das ações obrigatórias para o reforço da imagem e da personalidade da empresa.

LOGOMARCA

Logomarca é um neologismo usado de forma empírica e genérica, para designar logotipo, símbolo ou marca, sem que haja consenso nem precisão absoluta ao que ele se refere, se apenas ao símbolo, ao logotipo ou ao sinal misto (combinação de ambos). O seu uso está popularizado no Brasil e o termo consta do dicionário Aurélio. No entanto, o termo é considerado inadequado por alguns designers por, segundo eles, não possuir a necessária precisão.l

LOGO

O Logos, no grego, significava inicialmente a palavra escrita ou falada - o Verbo. Mas a partir de filósofos gregos como Heráclito passou a ter um significado mais amplo. Logos passa a ser um conceito filosófico traduzido como razão, tanto como a capacidade de racionalização individual ou como um princípio cósmico da Ordem e da Beleza.

MARCA

É a representação simbólica de uma entidade, qualquer que ela seja, algo que permite identificá-la de um modo imediato como, por exemplo, um sinal de presença, uma simples pegada. Na teoria da comunicação, pode ser um signo, um símbolo ou um ícone. Uma simples palavra pode referir uma marca.O termo é freqüentemente usado hoje em dia como referência a uma determinada empresa: um nome, marca verbal, imagens ou conceitos que distinguem o produto, serviço ou a própria empresa. Quando se fala em marca, é comum estar-se a referir, na maioria das vezes, a uma representação gráfica no âmbito e competência do designer gráfico, onde a marca pode ser representada graficamente por uma composição de um símbolo e/ ou logotipo, tanto individualmente quanto combinados.



LOGO OCULTO

O logotipo é a parte visual representativa de uma empresa.

Alguns, porém apresentam-se aos nossos olhos com símbolos ocultos que nos transmitem mensagens que reforçam a identificação da marca. Esses símbolos ocultos são “mensagens subliminares”, introduzidas no logotipo, e que a primeira vista podem passar despercebidas.

Para visualizar alguns exemplos, consulte no índice “LOGO OCULTO”

SIMBOLOGIA TUMULAR

Na arte tumular, também se usa símbolos que é uma forma de representação de determinados contextos históricos, ideológicos, religiosos, sociais e econômicos, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida, representando a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito , inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dando sentido às vidas passadas preservadas no silêncio dos cemitérios. A simbologia tumular designa um elemento representativo visível em lugar de algo invisível, que tanto pode ser um objeto, como um conceito ou idéia. O símbolo tem exatamente essa propriedade excepcional de sintetizar, numa expressão simples e sensível, todas as influências do inconsciente e da consciência, bem como das forças instintivas e espirituais, em conflito ou em vias de se harmonizar no interior de cada ser. Desta forma, o símbolo é muito mais do que um simples sinal, transcende o significado e depende da interpretação que, por sua vez, depende de certa predisposição para ser interpretada. Ela intensifica a relação com o transcendente. A simbologia tumular está carregada de afetividade e dinamismo que harmoniza o ser vivente perante a morte, perpetuar a vida.

Conheça a simbologia tumular acessando o link:

www.simbologiatumular.blogspot.com

4 de mar de 2011

BARCELONA ‘ FUTEBOL CLUBE - Escudo 305


ESCUDO ATUAL
A forma atual, desenhado por  Claret Serrahima, usando umas linhas mais estilizadas, suprimiu os pontos que separavam as letras das iniciais do clube, reduziu o número de pontas laterais, a bola voltou a ser amarela. Desse modo o escudo apresenta linhas mais fáceis na reprodução, atendendo a todos os formatos da identidade corporativa do clube.


MODIFICAÇÕES NO ESCUDO
 1899-1906
A primeira versão do escudo (1899 – 1906), adotou-se o escudo da cidade de Baercelona, acrescentado de um ramo de louro e de palmeira representando a vitória e um morcego sobre a coroa. O conjunto era rodeado com círculos, tendo dentro o nome do clube e a data da fundação.
 
 1906-1920
O primeiro escudo oficial (1906 – 1920) foi desenhado por Carles Comamala, que foi jogador do clube entre 1903 e 1912. Escudo em formato de folha que mantinha nos quartos superiores, a Cruz de São Jorge e as quatro barras representativas de Barcelona e Catalunha respectivamente. No centro do escudo, uma faixa branca com as iniciais do clube. Na parte inferior, as cores azul e vermelha com uma bola de futebol no centro.

 
 1920 - 1936
O escudo sofreu um alargamento, foram acrescentadas raias amarelas entre as listas azul e vermelho no terço inferior. A bola aumentou de tamanho e passou a ter gomos. A faixa central, passou de branco para amarelo e as letras iniciais do clube foram engrossadas.

1936 – 1939
Sofre a primeira remodelação no formato, alterando-se as pontas laterais, a faixa central é mudada para a cor negra  com as letras na cor amarela; e as raias da bola em forma de gomos.

 
1939 – 1946
A ditadura Franquista, que fazia opressão às etnias não espanholas, como a catalã, obrigou a remoção de duas das quatro barras existentes no canto superior direito, para referência dessa parte do escudo ser a bandeira espanhola. Também se trocou a cor da faixa central para o amarelo.


 1946 – 1960
Novamente é permitida as quatro barras, a faixa central mudou para a cor branca e se inclui o “de” nas iniciais do nome do clube. Na parte inferior a bola muda novamente de cor. 1960 - 1974

 
1960 – 1974
O escudo sofreu uma modificação na forma tornando-se mais moderno, suprimiu-se o “de” das iniciais e o fundo da faixa voltou a ter a cor amarela

 
 1974 – 1975
Coincidindo com 75º aniversário da fundação, sofreu alterações na forma e voltou a usar o antigo nome (Futebol Club Barcelona)

 
1975 – 2002
Sofreu novas modificações no formato do escudo e da faixa central que passou novamente a amarela
 
  Formatação e pesquisa: Helio Rubiales
Fonte: blaugranas.com/wiki/Escudo_Del_Fc_Barcelona

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGOS E MASCOTES DAS COPAS DE FUTEBOL

SÍMBOLOS DAS OLIMPIÁDICAS

BANDEIRA DO BRASIL: EVOLUÇÃO DESDE A COLÔNIA

BRASÕES E BANDEIRAS DO BRASIL

Repúblicas Soviéticas (Antigas) - Brasões e Bandeiras - Советских республик (бывший)-гербы и флаги

EVOLUÇÃO DO ESCUDO DO CORINTHIANS

MEDICAMENTOS USADOS NO PASSADO

ANÚNCIOS DOS FALSOS MILAGRES AO VIAGRA